Nova York, de bondinho ao circuito Times Square, Central Station, Public Library e Broadway

Era nosso segundo dia em Nova York, dia 2 de maio. Começamos a manhã pegando o metrô na Queensbridge Station (21st street), próxima ao nosso hotel, e tivemos a ideia de saltar na estação seguinte, Roosevelt Island, que fica na ilha de mesmo nome, no East River, entre Manhattan e o Queens. É um local lindo para se apreciar o Skyline de Manhattan. Ao sul da ilha, estão as ruínas do antigo Smallpox Hospital e um memorial em homenagem ao presidente americano Franklin Delano Roosevelt.

O Bondindo de Roosevelt Island

Nesse dia fazia bastante frio e tinha nevado na noite anterior. Mas as ruas e as vias de pedestres da ilha já estavam com a neve raspada e acantonada nos lugares de costume. Crianças brincavam de fazer bonecos de neve.

O mais bacana da Roosevelt Island é que de lá parte o bondinho chamado Roosevelt Traimway, que liga a ilha a Manhattan, saltando na 59th street. com 2ª avenida. O serviço oferece vista bonita e é gratuito para portadores do Metrocard, apesar de que em momento algum nos foi solicitado apresentá-lo.

Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island
Bondinho da Rooselveld Island

Em Manhattan, descendo até a Grand Central Station

Descendo do bondinho, caminhamos pela Lexington Avenue, parando em algumas lojas interessantes como a Bloomingdales (grande loja de departamento) e acompanhando o ritmo da cidade. No caminho, convidativas delicatessens onde se pode comer um sanduíche montado na hora pelo atendente ou simplesmente tomar um cappuccino com cookies ou croissants.

Seguimos pela Lexington até a altura da 42nd street e visitamos a Grand Central Station, que é a mais icônica estação ferroviária da cidade, com arquitetura especial. Do lado de dentro, sua ampla abóbada retrata os signos do zodíaco em um fundo azul turquesa. É lindo de se ver. Além dos guichês para venda de passagens, a estação conta com um food market e com algumas lojas, como a da Apple.

 

Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY
Grand Central Station NY

Mercado na parte inferior do Central Station

Mercado na parte inferior do Central Station

Chrysler Building
Chrysler Building

Chegando no Bryant Park, The New York Library e Times Square

Ainda a pé, caminhamos pela 42nd street até o Bryant Park, na esquina com 5th avenue, que havíamos visitado apenas de passagem no dia anterior. Visitamos uma loja da Whole Foods que ladeia a praça. É um mercado de variedades gastronômicas em que é possível fazer refeições ou comprar comida pronta, além dos ingredientes frescos para cozinhar em casa.

Atravessando a rua, ainda no Bryant Park e fazendo margem com ele, fica a The New York Library, cujo salão principal de leitura, o Rose Center Main Reading Room, já foi cena de inúmeros filmes e seriados.

A fachada da Biblioteca, em estilo Beaux-Arts, é guardada pela escultura de dois leões de mármore, que em 1930 foram batizados pelo Prefeito La Guardia com os apelidos de Patience (paciência) e Fortitude (coragem, fortaleza) – qualidades que ele sentiu que os nova-iorquinos precisariam ter para sobreviver aos anos seguintes à Grande Depressão econômica. A visita é gratuita.

Patience (ou Fortitude!)
Patience (ou Fortitude!)
Biblioteca Pública de Nova York
Biblioteca Pública de Nova York
Biblioteca Pública de Nova York
Biblioteca Pública de Nova York

Também a pé, seguimos para a Times Square, sempre lotada, com algumas lojas que funcionam 24 horas. A Times não é propriamente uma praça, mas sim o entroncamento da 7th avenue com a Broadway, famosa rua dos teatros na cidade. Aproveitamos para observar o movimento na Broadway e seguimos por ela ilha acima até o encontro com a 8th avenue, no Columbus Circle.

Times Square, Nova York
Times Square, Nova York
Times Square, Nova York
Times Square, Nova York

Columbus Circle e Time Warner Center, com Central Park

Seguimos rumo ao norte de Manhattan, em uma caminhada um pouco mais longa desta vez. Contudo, fizemos uma parada estratégica na Starbucks para repor as energias e aquecer, com muito café e chocolate quente. Columbus Circle é uma rotatória-praça que também faz esquina com o lado sudoeste do Central Park. No centro dela a estátua de Cristóvão Colombo ganha destaque e ali está desde 1892, quatrocentenário da descoberta da América. Em frente, está o Time Warner Center, uma galeria de compras com lojas da Amazon, Sephora, H&M, entre outras. No outro extremo, temos o Museu de Artes e Design, o qual não visitamos.

Columbus Circle - Time Warner Center
Columbus Circle – Time Warner Center
Columbus Circle - Time Warner Center
Columbus Circle – Time Warner Center

Percorremos a 59th street, que faz margem sul ao Central Park, e seguimos até a sua outra extremidade, onde fica a Apple Store, cujo cubo de vidro da entrada encontrava-se em reforma.

Hotel The Plaza, Nova York
Hotel The Plaza, Nova York
Apple Store Nova York
Apple Store Nova York

Caindo a noite, depois de muitas andanças, jantamos no Food Hall do hotel The Plaza. O Hotel, que foi cenário do filme Esqueceram de Mim 2 – Perdido em Nova York -, tem em seu subsolo uma agradável praça de alimentação, onde servidos variados tipos de comidas. A entrada é pela 58th street.

Dali mesmo, caminhamos até a estação mais próxima, na 57th street, e pegamos a linha F do metrô, de volta ao nosso hotel em Long Island City. No caminho de volta ainda passamos em frente a Trump Tower, Radio City Music Hall e ao ringue da patinação do Rockefeller Center.

Trump Tower - Relógio
Trump Tower – Relógio
RIngue de Patinação do Rockefeller
Ringue de Patinação do Rockefeller
Radio City Music Hall
Radio City Music Hall
Late Show
Late Show, Stephen Colbert

Agora é sua vez, comente!

Por Letícia Carvalho com texto e publicação de Cristiano Morley, do casal de mineiros de Belo Horizonte, que acredita que viajar é um jeito divertido de conhecer outras culturas, com muita fotografia, mapas riscados, planos feitos, além de vários contos e diários conquistados e compartilhados.

  @cidadesdeoutrora  facebook cidadesdeoutrora   cidadesdeoutrora     cidadesdeoutrora   cidadesdeoutroraeua

 E-mail: cidadesdeouturora@gmail.com 

:: Os comentários publicados são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião deste blog. Observando que não são permitidas mensagens com propagandas ou conteúdos ofensivos e desrespeitosos. ::

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s