Nova York Dia 09: Brooklyn, D.U.M.B.O., One World, Central Park, Whitney Museum

Começamos nosso 9° dia em Nova York aproveitando o bom tempo (fazia zero grau e céu azul, o que, diante do frio dos dias anteriores, nos permitiu andar pela rua de casaco aberto) para conhecer o Brooklyn, naquele inverno americano de 9 de março de 2019.

Uma manhã no Brooklyn

Pegamos a linha F do metrô, na 21st Street, e seguimos direto, sem baldear, até a Estação da York Street. De lá, foi só andar cerca de dois ou três quarteirões, seguindo o fluxo de turistas, pela Washington Street e virar à esquerda na Water Street e depois à direita na Main Street e pronto: ali estava a Brooklyn Bridge, ladeada pela Manhattan Bridge, que cruzam o East River e compõem a descolada região chamada DUMBO (Down Under Manhattan Bridge Overpass).

DSCN7130
D.U.M.B.O. – Brooklyn Nova York

DUMBO – Down Under Manhattan Bridge Overpass

Deixamo-nos ficar ali à margem do rio, nos aquecendo ao sol, e depois exploramos a região, caminhando até o Jane’s Carousel e subindo a Everit Street, que se torna Columbia Heights, para a região de Brooklyn Heights Promenade, que tem uma bela vista de Manhattan e uma extensa rua com o melhor da arquitetura novaiorquina.

Foi ali, inclusive, que residiu o escritor Truman Capote, cuja casa, entre tantas semelhantes, não conseguimos identificar.

Placa com mapa da região de DUMBO – Brooklyn
DSCN7161
Vista da Brooklyn Bridge

Virando aqui e ali, caminhamos pela Henry Street e Montague Street, e aproveitamos para entrar em um supermercado e comprar um sorvete.

DSCN7178
Jane´s Carousel – Nova York
IMG_4454
D.U.M.B.O. – Brooklyn Nova York
DSCN7219
Brooklyn
Vista da Estátua da Liberdade a partir do Brooklyn Heights Promenade

One World Trade Center e redondezas

Na estação Borough Hall, pegamos a linha vermelha (2 ou 3) até Downtown, parando na estação Park Place, para tentar a subida ao observatório do One World Trade Center. Nosso intento não foi possível, considerando a imensa fila – não para subir –, mas para descer nos elevadores do WTC.

DSCN7240
One World Observatory – Nova York
DSCN6093
One World e Oculus – Nova York

Segundo nos foi informado pelo segurança, a espera por um lugar no elevador é de cerca de uma hora. Como não dispúnhamos desse tempo, demos mais uma volta pela região, almoçamos na Church Street e pegamos o metrô linha E, azul, rumo ao Central Park.

DSCN7271
Museu 11/09 – Nova York

Agora uma visita “oficial” ao Central Park

Como fazia temperatura amena, caminhar pelo Central Park foi tarefa agradável. Era sábado e muitas famílias curtiam aquele reduto verde no coração da cidade, com pista de patinação lotada e música tocando.

Tímidos, os esquilos já começavam a dar as caras em meio ao gelo que se derretia.

DSCN7300
Central Park – Pista de Patinação

Infelizmente não procuramos os monumentos espalhados pelo parque, como Alice no País das Maravilhas, por exemplo. Nosso conhecimento sobre o Central Park foi pulverizado aqui e ali em nossas andanças a cada dia em que ele estava previsto entre um trajeto e outro.

Assim conhecemos o Imagine (Strawberry Fields), o Jackeline Kennedy Onassis Reservoir, etc. Acreditamos que outras estações que não o inverno propiciem desfrutar melhor de tudo o que ele oferece. No “Pret a Manger da 6ª Avenida, combinamos um encontro com amigos que residem na cidade.

IMG_3750
Central Park – Nova York

Whitney Museum of American Art (Sim, ainda dá tempo!)

De lá, já ao cair da tarde, pegamos a linha E na 53rd Street com 5th Avenue sentido Downton, e saltamos na 14th Street para conhecer o Whitney Museum of American Art, na Gansevoort Street, que abriga arte contemporânea.

Whitney Museum of American Art

Naqueles dias, estava em cartaz a imperdível exposição com coletânea do melhor de Andy Warhol, o mestre do pop art, intitulada “From A to B and Back Again“.

A visita ao Whitney é uma boa pedida de ser conjugada ao High Line Park – parque suspenso construído a partir de uma linha férrea desativada, que fica exatamente ao lado, começando ali e indo até mais ou menos a altura da 34th Street.

High Line Park

E terminou em Pizza!!!

Jantamos na tradicional pizzaria Artichoke Pizza, ali mesmo no Chelsea, e fizemos o caminho de volta ao hotel pelo metrô, linha azul até Washington Square, baldeando para a nossa habitual linha F, Uptown.

Agora é sua vez, comente!

FOTOS: Não deixe de conferir todas as fotos que tiramos nos 10 dias de Nova York, no nosso Flickr exclusivo EUA.

Texto de Letícia Carvalho, edição e publicação de Cristiano Morley

Crédito fotos: Cristiano Morley

Casal de mineiros de Belo Horizonte, que acredita que viajar é um jeito divertido de conhecer outras culturas, com muita fotografia, mapas riscados, planos feitos, além de vários contos e diários conquistados e compartilhados. Este post, como todos do blog, não é patrocinado e reflete exclusivamente a opinião pessoal dos autores.

E-mail: cidadesdeouturora@gmail.com 

Siga @cidadesdeoutrora

Instagram | Facebook | Twitter | Youtube | Flickr | Flickr EUA

:: Os comentários publicados são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião deste blog. Observando que não são permitidas mensagens com propagandas ou conteúdos ofensivos e desrespeitosos. ::

3 comentários sobre “Nova York Dia 09: Brooklyn, D.U.M.B.O., One World, Central Park, Whitney Museum

Deixe um comentário!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s