Roma Della Veritá, Coliseu e Fórum Romano

Roma, 05 de Dezembro de 2014 – Dia 12

Planejávamos ir a Florença no dia de hoje, mas como não levantamos cedo o suficiente, nosso plano B foi dedicar esse dia, que amanheceu chuvoso, a conhecer o Coliseu. Tomamos o café da manhã na mesma padaria do dia anterior: capuccino e paninis por 12 Euros para cada um. Da Via del Corso, pegamos o ônibus n° 117, que nos deixou bem em frente ao Coliseu.

Aconselhamos ter moedas em mãos para facilitar o pagamento da passagem de ônibus, que é feito sem a intermediação de pessoas, direto numa maquininha dentro da condução (o que achamos bem confuso por não estarmos com dinheiro trocado!).

Chovia bastante quando saltamos, então a providência imediata foi a aquisição de mais um guarda-chuva, ao custo de 5 Euros, para que cada um tivesse o seu e não se molhasse. A lógica do mau tempo nos fez crer que haveria menos turistas no Coliseu, e de certa forma acho que acertamos. Ficamos cerca de quinze minutos na fila dos tickets, quando o previsto chega a ser de mais de uma hora.

Coliseu - Vista interna
Coliseu – Vista interna
Coliseu - Vista interna com detalhe
Coliseu – Vista interna com detalhe
Coliseu - Vista interna parte inferior
Coliseu – Vista interna parte inferior

O staff do hotel tinha inclusive recomendado a compra desses ingressos pela internet, mas arriscamos e deu tudo certo. Coincidentemente, logo que entramos a chuva deu uma trégua, e o tempo ficou firme, embora com nuvens, todo o dia. O ingresso que dá acesso ao Coliseu é o mesmo que garante a entrada no Fórum Romano e no Monte Palatino, tudo ali adjacente, e custa 24 Euros por pessoa.

“Então, fica o aviso ao turista: guarde bem o seu ingresso!”

A visita às ruínas do Coliseu pode ser feita com simples audioguide ou em grupos, com guia. Caso a opção seja o audioguide, que foi em um iPod, um documento do visitante fica retido na bilheteria até que o aparelhinho seja devolvido. Ficamos com a primeira opção, e começamos a explorar o local, subindo e descendo os patamares onde antes ficavam arquibancadas segmentadas conforme a classe social de quem freqüentava.

Entorno do Coliseu
Entorno do Coliseu

Saindo do Coliseu, passa-se pelos arcos de Tito e de Constantino, e segue-se pela Via Sacra, cujo calçamento é original. A cerca de duzentos metros está o guichê de acesso ao Fórum Romano e ao Palatino. Nessa hora constatamos que um de nós havia perdido o ingresso, e novos 24 Euros foram pagos no novo ticket (o qual temos guardado até hoje, em uma carteira). Aqui vai também uma outra dica ao turista:

“Uma vez entrando no Palatino e no Fórum Romano, você só verá ruínas, natureza e mais ruínas. Nada de banheiro, nada de lanchonete.”

Apenas na saída do Coliseu, antes da via que conduz ao Fórum Romano, há alguns traillers onde é possível comprar bebidas, chocolates, chips e Mirabel. Nosso almoço, nesse dia, foi praticamente batata chips, com o tal mirabel italiano. Aconselhamos levar então uma boa merenda!

Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano

Refeições a parte, começamos a explorar o sítio arqueológico, que tem algumas partes identificadas como por exemplo o lugar onde ficava o Templo de Vesta, o Templo de Saturno, a muito bem conservada casa de Lívia e Otávio, a casa de Flávia, entre tantos outros notáveis da antiguidade.

Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano
Fórum Romano

Bem acima no Palatino, próximo ao suposto lugar onde a loba deu de mamar a Rômulo e Remo (está no guia, mas por falta de agentes a quem perguntar dentro do parque, não localizamos efetivamente), há um belo mirante de onde pode-se ter uma bela vista da cidade eterna. Junto da amurada, um idílico pomar de limões sicilianos e bergamotas exalava um cheiro magnífico que naquela hora úmida do cair da tarde após um dia chuvoso só me lembrou nada menos do que Dolce Gabana Light Blue.

Mas, como nós (e provavelmente os demais turistas) estávamos famintos, calhou em todos a idéia de apanhar umas daquelas sedutoras mexericas, que estavam ao alcance da mão. E qual não foi a nossa surpresa ao avidamente descascar a fruta e constatar que…estava azedíssima!

“Pela túnica de Júlio César, foi impossível degustar a bergamota italiana!”

Como a tarde já queria se despedir, deixamos o parque por uma saída que dava acesso à cidade moderna, próxima ao Circo Massimo, onde encontramos um restaurante simpático no qual “almojantamos” cada um seu prato de rigatoni com aquele já conhecido molho a base de bacon e tomates. Experimentamos um delicioso suco de maçã verde, e constatamos que essa fruta é muito apreciada pelos europeus em sucos e sobremesas.

Fórum Romano
Fórum Romano

Com as forças recompostas, saímos à procura da Boca Della Veritá, uma imagem esculpida em mármore pavonazzo de forma circular em que representada uma face humanóide. Embora haja uma praça que homenageia a curiosa esfera, ela fica discretamente instalada junto ao pórtico da igreja de Santa Maria in Cosmedin, fora da praça, e é tida como o mais antigo “polígrafo” da humanidade.

Saída do Fórum Romano a caminho da Bocca della Verità
Saída do Fórum Romano a caminho da Bocca della Verità

É que a partir da idade média atribuía-se à figura o dom de detectar mentirosos, ceifando-lhes a mão. Para tanto, a mão da pessoa escrutinada tinha de ser inserida  por dentro da bocarra, que tem formato semi-retangular.

Bocca della Verità
Bocca della Verità

Citando o blog Roma pra Você

 “Em tempos recentes, A Boca da Verdade ficou famosíssima e ganhou apelo turístico graças ao filme Férias Romanas (Roman Holiday), com a maravilhosa Audrey Hepburn e com Gregory Peck. Saibam que graças a esse filme, Audrey Hepburn apaixonou-se por Roma, onde residiu nas décadas de 60 e 70.”

Por Cristiano e Letícia, casal de mineiros de BH.

:: E-mail :: contato@cidadesdeoutrora.com :: Instagran: @cidadesdeoutrora

:: Os comentários publicados são de responsabilidade integral de seus autores e não representam a opinião deste blog. Observando que não são permitidas mensagens com propagandas ou conteúdos ofensivos e desrespeitoso

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s